Deputado Estadual Antonio Mentor 13199 é MAIS

Dilma, Lula e Mercadante reúnem cerca de 20 mil pessoas em Campinas

    Cerca de 20 mil pessoas, segundo cálculos da Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas), lotaram neste sábado (18/9) o Largo do Rosário para ver Lula, Dilma e Mercadante. O deputado estadual e candidato à reeleição Antonio Mentor acompanhou o comício.

   “É questão de honra eleger esse companheiro governador. São Paulo não pode ter retrocesso”, disse o presidente Lula de mãos dadas com Mercadante. “Esse companheiro pode fazer muito mais”. O presidente Lula criticou a má qualidade da Educação no Estado. “Aqui em São Paulo é uma vergonha: 82% dos jovens universitários estudaram em escola privada. O ProUni colocou 136 mil jovens da periferia nas universidades”.

   Aloizio Mercadante lembrou que o Largo do Rosário faz parte de sua trajetória política. “O meu primeiro ato público foi aqui em 1976 pela redemocratização do Brasil”. Mercadante, que morou e estudou em Campinas, apresentou projetos para melhorar a região. “Quero ser o parceiro que Campinas nunca teve nesses 16 anos de PSDB. Acabar com os 21 pedágios que têm na região, fazer o trem-bala e cuidar da segurança”.

   Ao lado da candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff, Lula enfatizou no comício em Campinas a importância de eleger para o Senado Marta Suplicy (PT) e Netinho de Paula (PC do B), e uma bancada de deputados estaduais e federais para ajudar Dilma na presidência e Mercadante no governo paulista.

   A candidata da coligação Para o Brasil Seguir Mudando firmou um pacto com a militância e disse que vai honrar a herança deixada por Lula no país. “Esse legado de justiça social, de desenvolvimento e respeito ao meio ambiente. Vou seguir um conselho que o Lula me deu: olha, você sabe que o difícil não é governar, o difícil é governar com o coração cuidando do povo brasileiro. Para cuidar do povo brasileiro tem que ter lado e saber de que lado você está. Nós sabemos de que lado estamos. Estamos do lado dos 190 milhões.”

   Dilma chamou o público presente a uma reflexão sobre o tipo de país que as pessoas devem escolher para os próximos quatro anos. “Vamos decidir o rumo do Brasil, para onde esse país vai. Nós queremos aquele país do desemprego? Não [respondia junto com os eleitores]. Nós queremos aquele país da desigualdade? Não [disse novamente com a militância]. Aquele país que ninguém tinha chance de subir na vida? Não. Nós queremos aquele país que deu chance para as pessoas”, argumentou.

   O presidente Lula condenou o comportamento da oposição nessa eleição. Segundo ele, os tucanos têm agido com soberba e empáfia, assim como fizeram quando estavam no governo.

   “Não tem nada que faça um tucano sofrer mais do que a gente mostrar que eles têm bico grande para falar e bico pequeno pra fazer. Eles não gostam de comparação, odeiam que a gente mostre o que eles fizeram e o que nós fizemos. Os tucanos nunca receberam os trabalhadores, os estudantes. Os tucanos não ouvem. Eles não têm ouvido. Eles só têm bico e bicam, bicam”, disse Lula, durante o discurso.

Logotipo

Redes Sociais

Twitter Facebook

© 2014 Copyright
Candidatura de Antonio Mentor
Todos os direitos reservados