Deputado Estadual Antonio Mentor 13199 é MAIS

Mentor grava entrevista para o portal WB TV

O deputado estadual Antonio Mentor gravou, na manhã desta quarta-feira (11.04), entrevista para o portal WB TV, com o jornalista Walter Carlos Bartels. A entrevista deve ir ao ar, segundo a produção do programa, após o dia 23 de abril.

No bate-papo descontraído, Mentor falou sobre os seus projetos de combate à obesidade. “Queremos que as crianças e os jovens saibam o que estão consumindo e que se tornem consumidores conscientes”, afirmou.

O apresentador também abordou a proposta de Mentor que trata sobre a propaganda de medicamentos.O deputado apresentou um projeto para alterar a frase contida nas embalagens de remédios. A intenção é mudar a frase “Persistindo os sintomas, procure um médico” para “Antes de ingerir qualquer medicamento, procure um médico”.“Nosso objetivo é inverter a ordem da frase usada nas embalagens para evitar casos de intoxicação por medicamentos, um problema de saúde pública que leva milhares de pessoas a óbito no país”, explicou Mentor.

O pedágio também foi tema da entrevista, já que o deputado é um dos grandes defensores de uma tarifa justa no Estado de São Paulo. Walter perguntou a Mentor sobre a implantação da cobrança por km rodado, que já entrou em fase de testes. “O pedágio por km rodado vai aumentar o faturamento das concessionárias. Hoje, pagamos R$ 0,17 por km rodado nas estradas paulistas. Com os pórticos, vamos pagar para trafegar em todos os trechos das rodovias. De Nova Odessa a Campinas, por exemplo, o motorista vai passar a pagar pelo km percorrido e o valor será de R$ 0,17 por km rodado. Já que vai aumentar a base pagadora é necessário que se diminua o valor do km rodado”, declarou Mentor.

O deputado falou sobre a dificuldade da oposição em instaurar CPIs na Assembleia Legislativa de São Paulo e a atuação dos governos Lula e Dilma. Também deu sua opinião sobre a área do Pós-represa, em Americana, e contou um pouco da sua história de vida.

Mentor também fez críticas à administração de Americana pelo desperdício de dinheiro público. “Americana tem uma grande receita e esse dinheiro deve ser bem empregado, tratado com austeridade, sem gastos inúteis e desnecessários como vemos acontecer na cidade. Acho um absurdo a administração utilizar recursos públicos para fazer anúncios caríssimos em horário nobre da TV, como o Fantástico e a novela das 9h da Globo”, comentou.

Segundo Mentor, de agosto de 2009 a dezembro de 2011, a prefeitura de Americana gastou mais de R$ 30 milhões com propaganda. “Esses dados são do balanço oficial da prefeitura, divulgados pela própria administração”, afirmou.

Com esse dinheiro, de acordo com Mentor, daria para ampliar e reformar duas vezes o Hospital Municipal de Americana e recapear, duas vezes, as avenidas da cidade. “Na minha opinião, são gastos desnecessários, que não ajudam em nada a população, principalmente a que mais precisa de ajuda. Estou desgostoso com a situação que hoje vivemos em Americana”, disse. 

Logotipo

Redes Sociais

Twitter Facebook

© 2014 Copyright
Candidatura de Antonio Mentor
Todos os direitos reservados